Um novo golpe na internet promete desconto de R$ 300 no Uber Plus, mas o esquema serve apenas para roubar os dados de quem tenta conseguir os cupons.

O esquema envolve mais de 200 páginas e perfis falsos que usam duas abordagens diferentes. Foi identificado 84 mil tentativas de acesso e compartilhamentos aos links envolvidos no golpe.

Segunda a analise, diz que, em uma dessas abordagens, sites “se passavam por páginas promocionais do Uber, oferecendo vales desconto. Nessas páginas, os golpistas roubavam dados pessoais e de cartões de crédito dos usuários.”

m outra forma de aplicar o golpe usando o nome Uber Plus, perfis falsos se passavam pela empresa de transporte nas redes sociais. Esses perfis, afirma Simoni, divulgavam “promoções enganosas e links maliciosos com os quais os golpistas atraíam novas vítimas”.

A Uber chegou a criar um Uber Plus, em 2014, que era um programa de fidelidade, mas que foi testado apenas em algumas cidades dos EUA. “Um ano depois, o UberPLUS tornou-se o UberSELECT”, diz o laboratório. O uso do nome de um serviço real dá mais credibilidade ao golpe.

Em nota, a Uber destaca utilizar preferencialmente os canais oficiais da empresa para entrar em contato com seus usuários. Quando isso não é possível, acrescenta, o contato é feito  por e-mail ou SMS e remetem, sempre, a endereços do site oficial . Em situações como a relatada, o aplicativo orienta os usuários a verificar se os links pertencem o site oficial e, mais importante, nunca compartilhar os dados de seu cadastro, como senhas, uma vez que esses dados devem ser tratados com o mesmo cuidado que dados bancários, por exemplo. Em caso de dúvidas sobre uma comunicação recebida, qualquer usuário pode acionar o suporte por meio da seção Ajuda no aplicativo ou por meio do site .